Porto do Recife inicia aferição de temperatura nos acessos para evitar proliferação da Covid-19

Os trabalhadores que apresentarem temperatura corporal acima do aceitável, não poderão acessar as dependências do Porto do Recife e serão instruídas à procurarem orientação médica.

Por Assessoria 30/07/2020 - 09:33 hs
Foto: Divulgação

O Porto do Recife mudou sua rotina devido à pandemia do coronavírus. Com o intuito de evitar a contaminação e proliferação da doença, a aferição de temperatura dos funcionários e colaboradores, através de termômetros com infravermelho, começou a ser realizada no dia 22 de julho, pela Guarda Portuária.

Os integrantes da segurança do ancoradouro receberam um treinamento para manuseio e aferição de temperatura das pessoas que forem acessar a área portuária. Durante os dois dias de preparação, os vigilantes aprenderam sobre a abordagem necessária, o manuseio do termômetro e o procedimento caso a temperatura for superior à 37,8°. Os trabalhadores que apresentarem temperatura corporal acima do aceitável, não poderão acessar as dependências do Porto do Recife e serão instruídas à procurarem orientação médica.

“Com a possibilidade de retorno de um maior número de atividades econômicas e , consequentemente, de pessoas transitando; como também o retorno de mais funcionários ao trabalho presencial, o Porto do Recife resolveu equipar os pontos de acesso com termômetros infravermelho, visando um maior controle sobre as condições de saúde dos colaboradores”, explicou o Coordenador de Meio-Ambiente, Segurança e Saúde no Trabalho, José Divard de Oliveira Filho. Segundo ele, o procedimento segue os parâmetros estabelecidos em nota técnica da Anvisa, como a temperatura aceitável para entrada no Porto e o registro dos dados da pessoa para monitoramento. “Com isso, esperamos tranquilizar e passar confiança à todos que desempenham suas atividades no Porto do Recife”, ressaltou.