Transporte fluvial em alta no RS

Nos cinco primeiros meses de 2020, a Braskem, maior petroquímica das Américas, transportou 2.087 contêineres, com resinas plásticas destinadas à exportação, via Tecon Santa Clara, terminal hidroviário da Wilson Sons.

Por Assessoria 30/07/2020 - 11:49 hs
Foto: CONTESC/Divulgação

O modal fluvial ganha cada vez mais adeptos entre as grandes indústrias no Rio Grande do Sul. Nos cinco primeiros meses de 2020, a Braskem, maior petroquímica das Américas, transportou 2.087 contêineres, com resinas plásticas destinadas à exportação, via Tecon Santa Clara, terminal hidroviário da Wilson Sons. Esse valor equivale a 28% do total de contêineres utilizados pela empresa para comércio exterior. O destaque foi no mês de abril, quando 41% dos contêineres exportados pela Braskem foram transportados pelo terminal hidroviário.

A carga sai do Polo Petroquímico de Triunfo e segue pelo Rio Jacuí em barcaças até o Tecon Rio Grande, onde são embarcados em navios de longo curso. Os principais destinos são Europa, América do Norte e América do Sul. Em 2016, a parceria entre a Wilson Sons e a Braskem reativou o Pier IV do Terminal Santa Clara e marcou a retomada do transporte de carga pelo modal fluvial na região. A iniciativa segue sendo vista pelo mercado como uma alternativa para redução de custos logísticos e operacionais e uma alternativa mais sustentável para o meio ambiente.